Início >  SAÚDE FAMILIAR > TOSSE > LISOMUCIN 0,2% 15 ML GOTAS

LISOMUCIN 0,2% 15 ML GOTAS

LISOMUCIN 0,2% 15 ML GOTAS

CNP: 9301408

 

4.30 €


Folheto informativo: Informação para o utilizador

Lisomucin 2mg/ml gotas orais, solução

Lisomucin 1,6 mg/ml xarope
Cloridrato de bromexina

Leia com atenção todo este folheto antes de começar a tomar este medicamento,
pois contém informação importante para si.
Tome este medicamento exatamente como está descrito neste folheto, ou de acordo
com as indicações do seu médico ou farmacêutico.
- Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o ler novamente.
- Caso precise de esclarecimentos ou conselhos, consulte o seu farmacêutico.
- Se tiver quaisquer efeitos secundários, incluindo possíveis efeitos secundários não
indicados neste folheto, fale com o seu médico, farmacêutico ou enfermeiro. Ver
secção 4.
- Se não se sentir melhor ou se piorar, tem de consultar um médico.

O que contém este folheto:




Lisomucin está indicado na bronquite crónica e aguda e em todas as afeções das vias
aéreas superiores acompanhadas de expetoração viscosa.



Não tome Lisomucin:
- se tem alergia à bromexina ou a qualquer outro componente deste medicamento
(indicados na secção 6).

Advertências e precauções
Fale com o seu médico ou farmacêutico antes de tomar Lisomucin.

A bromexina pode danificar a barreira mucosa gástrica pelo que deve ser tida
especial atenção em doentes com história de úlcera péptica. É igualmente
aconselhável ter cuidado com doentes incapazes de efetuar um expetoração eficaz
em virtude do risco de aumento da obstrução brônquica ou asmáticos.

Tem havido notificações de reações da pele graves associadas à administração de
bromexina. Se desenvolver uma erupção na pele (incluindo lesões nas membranas
mucosas, tais como da boca, garganta, nariz, olhos, órgãos genitais), pare de utilizar
Lisomucin e contacte o seu médico imediatamente.



Outros medicamentos e Lisomucin
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar, tiver tomado utilizado
recentemente, ou se vier a tomar outros medicamentos.

Não têm sido descritas interações clinicamente relevantes com outros
medicamentos.

Gravidez, amamentação e fertilidade
Se está grávida ou a amamentar, se pensa estar grávida ou planeia engravidar,
consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar este medicamento.

Sabendo que o cloridrato de bromexina atravessa a placenta, o binómio risco-
benefício da utilização de Lisomucin deve ser sempre avaliado pelo médico assistente
em caso de gravidez.
Se bem que em quantidades residuais, o cloridrato de bromexina passa ao leite
materno pelo que Lisomucin não deve ser utilizado sem conhecimento do médico
assistente.

Condução de veículos e utilização de máquinas

Não estão descritos efeitos de Lisomucin sobre a capacidade de condução ou
manipulação de máquinas. No entanto, dependendo da suscetibilidade individual,
Lisomucin pode causar tonturas, sintomas que pode interferir com a capacidade de
condução e manipulação de máquinas.
Lisomucin Gotas orais, solução e xarope contém sacarose e sorbitol. Se foi informado
pelo seu médico que tem intolerância a alguns açúcares, contacte-o antes de tomar
este medicamento.

Lisomucin gotas contém metabissulfito de sódio. Pode causar, raramente, reações
alérgicas (hipersensibilidade) graves e broncospasmo.



Tome este medicamento exatamente como está descrito neste folheto, ou de acordo
com as indicações do seu médico ou farmacêutico. Fale com o seu médico ou
farmacêutico se tiver dúvidas.


POSOLOGIA USUAL
Adultos e crianças com mais de 10 anos.
Xarope - 5ml, 3 vezes por dia

Crianças de 5 a 10 anos:
Xarope – 2,5ml, 3 vezes por dia

Crianças de 1 a 5 anos:
Gotas orais, solução - 20 gotas, 3 vezes por dia
Xarope – 2,5ml, 2 x dia

Lactentes:


Gotas orais, solução - 10 gotas, 3 vezes por dia

Equivalências:

Lisomucin 2 mg/ml gotas orais, solução
4 ml de gotas contêm 8 mg de cloridrato de bromexina e correspondem a 80 gotas.

Lisomucin 1,6 mg/ml xarope
5 ml de xarope contêm 8 mg de cloridrato de bromexina, correspondendo a 1 colher-
medida.



Caso particular: Via inalatória – Utilizar a solução oral na quantidade indicada em
cada regime e diluir com igual quantidade de água destilada. Aquecer esta solução a
uma temperatura próxima da temperatura corporal e inalar imediatamente com
aparelho de aerossol.

Adultos e crianças com mais de 10 anos: 4 ml de solução oral, 2 vezes por dia
Crianças de 6 a 10 anos: 1 ml de solução oral, 2 vezes por dia
Crianças de 2 a 6 anos: 13 gotas de solução oral, 2 vezes por dia
Crianças com menos de 2 anos: 7 gotas de solução oral, 2 vezes por dia

MODO E VIA DE ADMINISTRAÇÃO

Administração por via oral.
As gotas orais não devem ser misturadas com outras especialidades farmacêuticas.

Se tomar mais Lisomucin do que deveria

Em caso de sobredosagem contatar imediatamente um médico ou dirigir-se a uma
unidade hospitalar com vista a receber o tratamento adequado.

Caso se tenha esquecido de tomar Lisomucin
Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.

Se parar de tomar Lisomucin
Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu
médico ou farmacêutico.



Como todos os medicamentos, este medicamento pode causar efeitos secundários,
embora estes não se manifestem em todas as pessoas.

O cloridrato de bromexina é geralmente bem tolerado. No entanto, foram
ocasionalmente descritas perturbações gastrointestinais (gastralgias, náuseas,
vómitos e diarreia) assim como reações de hipersensibilidade, rash cutâneo e
urticária. Foram também referidas cefaleias, tonturas, suores e aumentos
transitórios dos níveis da aminotransferase sérica.
A inalação pode desencadear tosse ou broncoespasmo em sujeitos suscetíveis.


Raros: podem afetar até 1 em cada 1.000 pessoas
Reações de hipersensibilidade
Erupção na pele, urticária

Desconhecido: a frequência não pode ser calculada a partir dos dados disponíveis
Reações anafiláticas incluindo choque anafilático, angioedema (inchaço de
aparecimento rápido na pele, nos tecidos subcutâneos, na mucosa ou submucosa) e
prurido
Reações adversas cutâneas graves (incluindo eritema multiforme, síndrome de
Stevens-Johnson/necrólise epidérmica tóxica e pustulose exantematosa generalizada
aguda).

Comunicação de efeitos secundários
Se tiver quaisquer efeitos secundários, incluindo possíveis efeitos secundários não
indicados neste folheto, fale com o seu médico, farmacêutico ou enfermeiro.
Também poderá comunicar efeitos secundários diretamente através de:

INFARMED, I.P.
Direção de Gestão do Risco de Medicamentos
Parque da Saúde de Lisboa, Av. Brasil 53
1749-004 Lisboa
Tel: +351 21 798 73 73
Linha do Medicamento: 800222444 (gratuita)
Fax: + 351 21 798 73 97
Sítio da internet:
http://extranet.infarmed.pt/page.seram.frontoffice.seramhomepage

E-mail: farmacovigilancia@infarmed.pt

Ao comunicar efeitos secundários, estará a ajudar a fornecer mais informações sobre
a segurança deste medicamento.



Manter este medicamento fora da vista e do alcance das crianças.

Não utilize este medicamento após o prazo de validade impresso no embalagem
exterior, após EXP. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.

Após a abertura inicial do frasco respeite o seguinte:
- Fechar bem o frasco e imediatamente após cada utilização
- Utilizar a colher-medida de forma individual
- Lavar a colher-medida
- Não aplicar o conta-gotas diretamente na boca
- Conservar a temperatura inferior a 25ºC.
Conservar na embalagem de origem para proteger da luz.

Desta forma, Lisomucin encontrar-se-á em condições de ser utilizado com segurança
até ao final do tratamento.

Não utilize este medicamento se verificar sinais visíveis de deterioração.


Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico.
Pergunte ao seu farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza.
Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.



Qual a composição de Lisomucin 2mg/ml gotas orais
A substância ativa é a bromexina.
Os outros componentes são Sacarose, Metabissulfito de sódio, Sorbitol 70%,
Essência de framboesa (D 1041), Ácido clorídrico (solução a 20%), Água purificada

Qual a composição de Lisomucin 1,6 mg/ml xarope
A substância ativa é a bromexina
Os outros excipientes são Sacarose, Sorbitol 70%, Cloreto de benzalcónio, Essência
de framboesa (D 1041), Ácido clorídrico, Água purificada

Qual o aspeto de Lisomucin e conteúdo da embalagem

Lisomucin 2mg/ml gotas orais
Frasco de 15 ml

Lisomucin 1,6 mg/ml xarope
Frasco de 100 e de 200ml

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante
Laboratórios Atral, S.A.
Rua da Estação, n.º 42
Vala do Carregado
2600-726 Castanheira do Ribatejo – Portugal

Este folheto foi revisto pela última vez em
Faça download do folheto informativo

Fonte da informação: última versão disponibilizada no site do Infarmed. Não invalida a leitura do folheto informativo contido no interior da embalagem. Em caso de dúvida ou de persistência dos sintomas consulte o seu médico ou os nossos farmacêuticos

<?= $familia->nomeFamilia ?>